4 de nov de 2008

Capitalismo selvagem


Do que riem aqueles que anunciaram, ontem, a fusão do Itaú e Unibanco? O que representa, para o bolso da maioria da população, esta velha fórmula do tubarão que engole os pequenos peixes para ficar mais forte e garantir a expansão dos lucros capitalistas? Agora, cinco bancos controlam 74% de todos os depósitos no país. Alguém duvida que esta promíscua concentração vai incidir, diretamente, na prestação de serviços e juros, já elevadíssimos, cobrados do brasileiro? Como argumento de defesa, os banqueiros alegam que a fusão fortalece o setor bancário e que, em algum momento, isso será revertido em benefício para a população. Qualquer semelhança com a velha fórmula de “fazer o bolo crescer, para dividir depois”, não é mera coincidência.
Foto: Marcelo Valle

3 comentários:

Gardênia Vargas disse...

É Lú, me deu uma coceirinha na cabeça quando li a notícia... sabe aquela pulguinha atrás da orelha. Pois bem, se já não confiava em banco nenhum, nesse aí então... Ai meu bolso!
=/

Olívia Bandeira de Melo disse...

Lementável a falta de controle (ou de atitude) do governo.

Miragaya disse...

Engraçado que o Cade faz barulho quando a Nestlé tenta comprar a Garoto.Nesse caso, a justificativa é que é uma "Fusão". Fusão ou compra, para mim é tudo truste. Não foi isso que aprendemos nas introduções à economia do primeiro grau do colégio?