19 de ago de 2008

Impressões de viagem - ou o privilégio de morar na Zona Sul

Desde que dois arrastões atingiram moradores do Jardim Botânico, em menos de um mês, todos os dias passo, no caminho de volta para casa, no Horto, por uns quatro carros da polícia. Desde a saída do Rebouças até a Lopes Quintas, é quase um a cada esquina da Rua Jardim Botânico.
Fico imaginando como deve estar o policiamento na rua da Tijuca onde o menino João Roberto foi assassinado. Ou naquela de Oswaldo Cruz, que ficou famosa por outro crime bárbaro da cidade, a morte de João Hélio.

2 comentários:

Olívia Bandeira de Melo disse...

Para complementar, uma das últimas manchetes do Globo traz a notícia nem um pouco surpreendente de que só 7% da população do Rio de Janeiro acredita/confia na polícia.

Qual será o percentual da população que confia nos políticos?

Beijos indignados!

Cláudia Lamego disse...

Infelizmente, desses 7% devem fazer parte os familiares dos policiais. Eu tenho muito medo quando vejo polícia.