12 de jul de 2008

Qual é a sua rotina?

Adoro assistir a comerciais de TV. Confesso. Diante de tantos assuntos importantes discutidos aqui, fico até um pouco assim assim de trazer este sopro de leveza. Uma empresa brasileira de cosméticos acaba de pôr no ar um novo filme publicitário e a trilha sonora é um lindo poema. lembra muito Arnaldo Antunes. Muito. Mas não me dei ao trabalho de apurar se é mesmo dele. Arnaldo Antunes é a minha trilha sonora. Com seu cdaracterístico jogo de palavras me emociona profundamente. Claudia Lamedo lembrou de um jingle de um famoso comercial de fast food posts abaixo. Diz aí que um jingle desses não é muito mais interessante? Um pouco de poesia publicitária para o dia de vocês:

A idéia da rotina é o papel
O céu é a rotina do edifícil
O início é a rotina do final
A escolha da rotina é o gosto
A rotina do espelho é o oposto

A rotina do joranl é o fato
A celebridade é a rotina do boato
A rotina da mão é o toque
A rotina da garganta é o rock

O coração é a rotina da batida
A rotina do equilíbrio é a medida
O vento é a rotina do assobio
A rotina da pele, é o arrepio.
A rotina do perfume é a lembrança.O pé é a rotina da dança.Julieta é a rotina do queijo.A rotina da boca, é o desejo.
A rotina do caminho é a direção.A rotina do destino é a certeza.Toda rotina tem sua beleza.

4 comentários:

JH disse...

publicidade: o lugar da poesia e da utopia do século XXI.

Cláudia Lamego disse...

Também gosto muito desse poema na propaganda.
Temos que tirar o chapéu para alguns comerciais. Aliás, lembram daquele programa na TVE sobre os antigos? Eu adorava assistir.

JH, pena que a finalidade não seja nada poética, né?

Gugu disse...

Poema maravilhoso. Adorei o post.

Anônimo disse...

Sim sim..é do Arnaldo Antunes...