19 de mai de 2008

A difícil imposição da idade... malhar!


Bom, vida saudável nunca foi meu forte. Posso assegurar que, por nenhuma vez, durante meus quase 27 anos, consegui freqüentar o ambiente musculoso de uma academia, por mais de três meses. Fiz outros mil esportes, tive uma adolescência saudável. Mas foi só começar a estagiar que nunca mais, nunca mais, consegui por em prática meus planos corporais. O resultado? O de praxe: barriguinha, celulites e gorduras semi-localizadas, ou seja espalhadas mesmo. Estou muito triste com tudo isso, a idade avança a passos largos e daqui a pouco é mais uma festa, mais um aniversário. Tenho prazer em comer bem, todo dia, sou viciada em doces, e sempre arrumo um bom motivo pra tomar um chopinho depois do trabalho. Porém, desta vez não há escapatória Hei de vencer a batalha saudável. Dieta, já desisti, não passo das 18h do primeiro dia. Daí decidi: entrei mais uma vez numa academia. Fica perto de casa e é bem tranqüila, pouca gente. Assim que eu gosto :o)

Cenas do próximo capítulo: Conseguirá, Gardênia, entrar na academia e cruzar com popozudas, achando isso normal? Frequentará, Gardênia, mais de uma vez por semana as aulas de alongamento? Fará parte, Gardênia, da turma de localizada? Aguarde...

11 comentários:

Cláudia Lamego disse...

Garden, talvez você pudesse fazer ioga, pilates, natação, exercícios que não nos põem em contato com essas gostosas. Que tal caminhadas na Lagoa? Você vai morar perto... :)

Deia Vazquez disse...

Nada disso! Encare as gostosas de frente (e de tras! hehe). Use-as como fonte de inspiracao. Quando fazia hidro eu adorava mas nao me sentia desafiada com as tiazinhas e vozozinhas.
Eu hoje vou na academia tambem! Forca, Garden :)

Cláudia Lamego disse...

Bem, depois de passar pelo teste da avaliação... Quando fiz a primeira vez, fiquei chocada. A mulher me apertava as peles e vaticinava: "Falsa magra". Um trauma!

Deia Vazquez disse...

Quero escrever um texto onde possa usar o verbo vaticinar. Bonito isso, Clau. Passei minha vida escolar usando todas as oportunidades para usar as palavras bonitas que via por ai. Acho que vou voltar a usar a tecnica.

Gardênia Vargas disse...

A Clau é a rainha das palavras bonitas e bem colocadas :o)

Gentem, não é culpa minha, é perseguição. Hoje ia começar a Ioga, toda feliz, daí záz, um jornalista quer cobrir o lançamento de um frila meu, e é do Globo. Tenho que ir - risos - e faltar minha primeira aula de Ioga...

Beijo com preguicite aguda!

Cláudia Lamego disse...

Ahahaha, adoro usar essas palavras que, hoje em dia, só lemos em livros. Esse ano, vou comprar os de Machado (só tenho os daquelas coleções feias) e, aí sim, renovarei meu vocabulário. Ahaha, renovar vocabulário com Machado é o luxo dos luxos, não?

Ouvindo "Canto de ossanha", com Monica Salmaso. Às vezes, esqueço de ouvir música.

Deia Vazquez disse...

ihhhh...acabei de voltar da academia. Cercada de gente bonita, fiquei manjando todo mundo no espelho pra me animar. hehehe

Gardênia Vargas disse...

Risos!! Ontem comecei. Fiz aula de Fitball e à noite de ioga. Hoje quando cheguei na primeira aula de RPG fiquei sabendo que não posso fazer uma porção de movimentos, e nem pensar em musculação por enquanto: o-ba!!

Mas acho que uma bicicleta pra emagrecer rola, não rola? Ai que preguiciteeee... risos

Gugu disse...

Força, Garden! O mais difícil é começar, depois a coisa vai. E você até vicia. Também pretendo recomeçar minha malhação em breve.

Vivi Drumond disse...

Garden querida,
Vc não é a única!!! Também sofro de preguicite crônica!!!
Não adianta colocar a culpa na saradonas de plantão...O problema é a maldita da preguiça!!!
Mas vamos lá... tudo é questão de hábito e disciplina..

Monique Cardoso disse...

Atividades mais zens ou até mais saudáveis que a Malhação (ioga, natação, pilates) não acabam com as banhas e as celulites de ninguém depois dos 20 anos. Se quiser resultado, tem de pegar peso mesmo, suar muito, puxar ferro. Mire-se nas gostosas. Saiba que você nunca ficará igual a elas, aceite isso com resignação. Mas observe-as bem e pense: se essas sem cérebros fazem isso, eu também faço!!!