11 de jun de 2008

Orgulho academico e carioca

Gisele Maia, uma das colaboradoras desse blog, é assessora de um projeto interdisciplinar bem bacana e inovador da Universidade Federal do Rio de Janeiro e acaba de colocar no ar um vídeo que mostra a construção do barco ecologicamente correto. 

O barco, que ganhou o nome de Copacabana, parte amanhã (de avião!) para a Holanda, onde participará de uma regata e é o único concorrente não-europeu.

A competição premiará a eficiência no aproveitamento da energia do sol convertida em eletricidade por cinco painéis instalados no convés.

9 comentários:

A digestora metanóica disse...

Vale contar a private joke que abre o vídeo "Brazilian Samba in the way to Netherland". No site oficial da competição fomos definidos como "a equipe exótica do samba brasileiro". A maioria do pessoal ficou putíssima com a definição, mas acabou virando piada.

Olívia Bandeira de Melo disse...

Ajudando a espalhar os clichês sobre o Brasil!
ahahahahah

Gugu disse...

Com ou sem clichê, vamos dominar o mundo! Parabéns, Gi.

Deia Vazquez disse...

O que o Brasil tem de exotico? Afff! Gi, assim nao da!

Gardênia Vargas disse...

Exôtico é a mãe!
auahuahuahuauhauha
Que bacana, Gi! Parabéns lindona!!!
Vida longa oa projeto.

A digestora metanóica disse...

Assim não dá o que? Foram os holandeses que nos definiram assim. E eu não editei o vídeo, só fiz algumas imagens e depois vi o vídeo pronto.

Pior foi a matéria da AP da Holanda. Diz que o nosso barco não enche os olhos no quesito potência, mas certamente a equipe, por ser brasileira, é a que mais chama a atenção.

Enfim...

Olívia Bandeira de Melo disse...

Yes, nós temos banana!
ahahahaha

Deia Vazquez disse...

Voce como assessora tem que combater o esteriotico! Senao voce chama eles de comedores de croquetes e maionese! E bobo-chato-feio! Aff!

Deia Vazquez disse...

YEs, temos banana e melancia para dar (oops!) e vender. Aff de novo!