9 de abr de 2008

Cotidianas II

Um grupo animado de senhoras e senhores aguardavam, como nós, o horário do próximo filme no Unibanco Arteplex no domingo. Iríamos assistir a Chega de saudade, o aplaudido filme de Laís Bodansky, do aclamado Bicho de sete cabeças, e o Pedro faz o comentário definitivo: "Chega de saudade vai ser o Sassaricando dos cinemas."

Outros velhinhos rondavam a área do café do Ateliê Culinário e ocupavam mesinhas do bistrô em frente. Nós passeávamos pela livraria quando vimos um pequeno aglomerado se formando. Hora de ir para a fila. Não escondemos nossa surpresa ao ver a excursão da terceira idade se enfileirar para assistir Todos contra Zucker, um filme que, por nosso distanciamento do cinema nos últimos meses, não sabíamos do que se tratava (leio a sinopse agora, enquanto escrevo). No Chega de saudade, alguns jovens como nós, outros casais de meia idade, bem menos gente.

O Pedro não se convenceu. Ainda perguntou ao funcionário se estávamos na fila certa. Sim, sala 2. Há algo de muito forte no boca-a-boca, que faz encher cinemas, lotou o Sassaricando por mais de um ano e é mais forte que todas as críticas positivas. Ah, o Chega de saudade é um filme lindo, de uma câmera vibrante, com atores em plena forma (Leonardo Vilar, Tônia Carrero, Stepan Nercessian e Cássia Kiss que o digam) e histórias encantadoras, por simples.

****

Inflação no bistrô do Arteplex: os docinhos de dona Alda, de Santa Teresa, que saíam a R$ 4,50, estão custando R$ 6. Por excelentes, pago cada centavo. Mas, me pergunto se no bairro da Gardênia dá para fazer uma pechincha. Dá, flor?

5 comentários:

Gardênia Vargas disse...

ô se dá! Comprar na mão do "fazedô" é sempre mais barato do que do vendedô. Mas defendo os pequenos comerciantes que, como minha mãe, cortam um dobrado para manter a loja sempre arrumadinha, paga impostos mil, conta de luz enorme, água com cota única gigantesca(??), funcinários de carteira assinada e mais impostos. É uma loucura! Mas inflacionar, só se o "fazedô" inflacionô. Vai lá em Santa. A gente passeia junto e pechincha! Vai ser lindo! :o)

Gardênia Vargas disse...

Comentário sobre "Chega de saudade": acho que preciso ver de novo. Eu não gostei do filme. Achei um cocô. Será que sou burra?
:op

Cláudia Lamego disse...

Então, vamos. Já comprei esse doce no cinema de lá. Não lembro agora se era mais barato.

Garden, normal não gostar, não bater, sei lá. Não é burrice, né? Pára!

Deia Vazquez disse...

Mas sobre o que eh o Todos contra Zucker?

Cláudia Lamego disse...

Ih, Déia, esqueci. Mas tem judeu, golpe, dinheiro (parece anti-semita essa minha descrição, ahahha), é uma comédia.
Hoje, tem três ótimas estréias, a comédia vai ficar para o DVD.
Beijos